Estou no fundo do poço

Amigos,
Sou casado há quase 8 anos. Tenho 38 anos e sou viciado em PMO desde os 15.
Agora estou prestes a perder minha mulher, minha casa e minha vida graças ao vício.
Estou no quarto de hóspedes enquanto ela chora pelos cantos e pensa se quer ou não continuar comigo.
Tudo isso porque prometi diversas vezes que iria parar, sob pena do término do relacionamento e não consegui parar.
Consegui deixar de masturbar por meses, mas a nunca jamais deixar de olhar pornografia da pior espécie, desta vez o mais escondido possível.
Desta vez instalei K9, spin, a porra toda, marquei terapia sexual para provar a ela de que quero parar, mas é tarde demais.
Não sei o que vai acontecer.
Tenho medo de me separar e cair num poço sem fundo.
Rezem por mim.

10 Likes

Que momento difícil, cara. Toda força pra você nessa hora. Vendo de fora, só podemos imaginar a sua dor. Perdoe qualquer imprecisão ou descuido possível em coisas que eu diga.

Nós aqui no fórum discutimos mais sobre enfrentar o vício da pornografia e da masturbação.
O seu relacionamento é todo um assunto em si né, não dá pra ter noção do que vocês dois estão passando, porque possivelmente envolve muito mais que seu vício. Se quiser, pode falar mais aqui, como um desabafo.

Vocês dois conversam sobre o assunto em profundidade? Tem intimidade pra isso, ou simplesmente só falam do seu vício com nojo e com desprezo, como algo da pior espécie? Talvez ajude se você enfrentar o problema cara a cara, com alguma frieza. Tentando sim se livrar desse vício mas não só “demonizando” a coisa, é o que eu quero dizer. “Demonizar” nos estimula muito a fingir que o vício não existe, e isso nos deixa despreparados pras tentações pras recaídas. Se sua mulher não tiver forças pra se aproximar disso, você pelo menos tem que encarar como algo seu, que você quer mudar. Porque quanto mais você tentar se afastar apenas, mas vai ficar difícil controlar. Olhe nos olhos do monstro (e nos seus próprios olhos), veja que ele hoje faz parte de você, infelizmente. Reflita no tamanho da tarefa que você terá que enfrentar. Respire fundo e use todas os recursos que você já leu, já aprendeu, já tentou, todos os dias, todas as horas. Filtros são muito positivos e úteis, mas buscar concentração e auto-conhecimento são armas poderosíssimas, de potencial ilimitado.

A terapia pode ser muito útil! Você já foi alguma vez? O que imagina que será? Outras formas de terapia, não só sexual, também podem ser cruciais pro seu auto-conhecimento e pra essa sua luta, se você tiver tempo e puder investir.

Você disse que conseguiu deixar a masturbação por muito tempo, o que é um indicativo claro de que há cura, há possibilidade de melhora. Não há poço sem fundo, por pior que seja nossa situação. Controle o desespero e foque no que dá pra fazer agora.
Sua preocupação é mais pra não perder a sua mulher, ou pelo fundo do poço que você acha que viria depois? Você, pessoalmente, está satisfeito com ela, e com o que ela traz pro seu casamento?

Se sim, então se concentre em fazer de tudo para não perdê-la. Tente rever suas atitudes e ser verdadeiro com sua ela. Você vai precisar apelar, mais uma vez e encarecidamente, pra compreensão da sua esposa. Mostrar o quanto te fez bem as coisas que ela traz pro casamento. E dar provas diárias, constantes de que está revendo seu comportamento e sua postura com ela (a postura como um todo, não só com o vício)

Há muito material em fóruns (Fórum Como parar, Forum NoFap, Reddit) escrito pelas parceiras de homens viciados. Talvez você possa se aprofundar pra entender melhor o que elas passam e como se sentem. Não sei se a sua mulher se interessaria, mas pode ser útil pra você enxergar com mais clareza o que ela está passando. E tem muito material pra viciados, também.

Tô sempre recomendando esse texto aqui, que eu vivo tentando incutir na cabeça, porque me passou uma perspectiva bem transformadora.

6 Likes

Meu amigo tb sou casado, viciado por um enorme tempo da minha vida e lutando todos os dias para não cair! Já me vi no fundo do poço! Conte comigo…se precisar me chame! Força!

4 Likes

Obrigado pelas respostas amigos.

Estou lendo o texto que voce mandou, @Juvenal.

Estou preocupado principalmente em perder o relacionamento. Vocês não tem noção do tamanho da merda que fiz!!! Depois de todas as últimas brigas, eu dei um anel para ela e pedi para fazermos uma cerimônia de votos. PAGAMOS a festa. PAGAMOS a viagem de lua de mel para Viena, Praga e Budapeste. MUDAMOS DE APARTAMENTO, para um apartamento maior. Fizemos PLANOS de adotarmos uma criança (ela não pode mais ter filhos, ela já tem um filho adulto). E, para coroar a excelente fase, recebi uma oferta de emprego melhor esta semana.

Recebi a oferta na segunda, fui para casa para comemorarmos. Tinha vinho frisante, e brindamos. De repente, ela disse, de forma enigmática: “por que você acha que você conseguiu este novo emprego? Tudo isso vem de todas as mudanças que você tem feito?”. Eu respondi “não sei, acho que sim”. Aí ela disse… e o que seria este site? www…

(Ela teve que mexer no meu computador porque um virus atacou o laptop dela e precisou baixar as coisas no meu laptop. Eu, lamentavelmente, ou providencialmente, não tinha visto o rastro que o google deixa na pagina inicial quando você acessa um site. E eu havia feito na noite anterior, pois tinha ficado acordado até tarde trabalhando e num momento de ansiedade apenas acessei o site)

nós conversamos com alguma profundidade sobre o assunto. Anteontem tivemos uma longa conversa onde eu dissequei minha vida, desde quando eu sou viciado… sempre tive dificuldade de “arranjar” mulheres, por falta de carisma, timidez… e o PMO sempre ali do lado, oferecendo aquele alívio diário. Fui até fóruns de PUAbase (uma das piores coisas que existem na internet), e tentei deixar de se um “beta” para ser o tal “alfa” - algo que só serve pra destruir mais sua auto-estima… ela quis entender se em meus relacionamentos anteriores eu tinha mantido o PMO, e sim, ele esteve sempre lá.

Eu a conheci em 2009, e fomos morar juntos em outra cidade em 2010. Mantive o vício sem parar todo o tempo, até que finalmente paramos de transar e assim ficamos por pelo menos mais de um ano. Eu expliquei a ela que eu me masturbava pela primeira vez, e ela não disse nada.

Mesmo casado, nunca deixei de desejar outras mulheres. Ia no trabalho e invejava os outros caras que, mesmo casados, comiam geral no escritório. Queria ser assim também. Me perguntava se eu nunca mais ia pegar outra mulher na vida.

Ano passado, eu emagreci e aí me senti mais atraente… e comecei a traí-la pra valer. Uma, duas… e voltamos a fazer sexo, pois eu tinha ganhado confiança e começamos a ter uma vida sexual normal. Mas o PMO estava ali.

Aí ela descobriu a primeira traição; Era uma mulher do twitter com quem eu troquei nudes. Prometi que nunca mais ia fazer isso, sem a menor intenção de cumprir. Dei alianças e tudo. 4 meses depois, ela descobriu de novo. Eu tinha continuado a falar com a mulher do twitter.

No Natal de 2017 estava tudo certo de novo, e quando fomos transar, ela achou que eu estava diferente. Perguntou “você se masturbou?” e eu respondi “é, sim, queria “descarregar a energia”” - foi aí que ela disse que nunca mais queria novamente.

Novas brigas se seguiram meses depois. Apaguei todas as mulheres do facebook que eu havia adicionado pq eram gostosas, ou porque eram peguetes do passado solteiro, ou ex-futuras-peguetes.

Em março, após mais uma briga, procurei terapia. Baixei o app do rewire. Na terapia entendi a necessidade de trair e perdi a necessidade de trair. Mas o PMO ficou como uma coisa que não tinha necessidade de mexer. Se eu estava sendo fiel e transando com ela todas as noites, tudo certo.

O que acontecia é que muitas vezes acessava porno no estacionamento, antes de vir pra casa… pra chegar já “na pressão”…

… eventualmente relapsei pela primeira vez. Fiquei mais algumas semanas, ficava no “edge”, mas logo ficou semanal. Ela me perguntava… 'você mudou mesmo?", e eu dizia que “sim”, e inventava alguma meia-verdade, do tipo “às vezes tenho vontade mas me controlo”, para não ficar perfeito. Mas tudo ruiu, e ela descobriu que sou um mentiroso e que quis pôr em risco o relacionamento pelo amor ao vício.

Desta vez ela não rasgou minhas roupas, nem quebrou taças. Ela está serena e diz que acha que o sentimento acabou. Na quinta-feira, pela primeira vez dormi fora de casa. Fui para um hotel sujo de putas. E ela disse que se sentiu aliviada por eu estar longe.

Qualquer um que ler isto vai dizer “é, ela deu chances demais, agora já era”. Eu tenho total noção que ultrapassei todas as barreiras, mas não era minha intenção. Eu achava que dava para conviver com as duas coisas. Foi esse o meu erro.

Eu não sei o que fazer. Ontem dei flores e uma declaração de amor. Hoje eu escrevi “volte para mim” num cartaz com corações.

Ela respondeu com um bilhete dizendo que já consertou nosso amor várias vezes, e agora acha que talvez não haja mais conserto. E eu tenho que concordar com ela. Por que eu não voltaria a tudo de novo daqui a X semanas, ou X meses? Quem confiaria em mim?

Enfim, queria fechar com uma conclusão, mas foi mais um desabafo… desculpem.

6 Likes

Não precisa se desculpar, todos nós erramos! Acho que ela precisa de um tempo para compreender melhor o que é essa luta. Se puder, fale sobre o forum, reboot, a dopamina facil que te viciou e tira temporariamente sua capacidade de decidir, mostre os depoimentos de outras mulheres (como o irmão falou) Vc falou que instalou bloqueadores e a “porra toda”, então como vc tinha acesso a p.? Alguma coisa foi feita de maneira “meia boca” nessa história. É preciso entender se o unico problema é a pmo ou ela perdeu a confiança em tudo mais…porém, acho que existe saída para vcs! Não acredito que serão flores ou até um iate que vc compre pra ela que vai mudar, acho que as suas atitudes e que poderão salvar vcs…talvez ela esteja esperando uma “prova” de que vale a pena confiar em vc! Torço para que vc consiga e possa sair desse poço em que se encontra! Mesmo sendo anônimos (no meu caso, minha esposa n sabe e luto solitariamente), estamos dispostos a nos ajudar sempre! Fale o quiser, aqui ninguém vai te julgar ou censurar…somos irmãos anônimos que lutam contra um inimigo em comum!

6 Likes

Valeu lutador.
Só agora instalei os bloqueadores. Superestimei minha força de vontade.
Da outra vez falei dos fóruns para ela, mas ela se mostrou cética. Para ela isso seria só mais uma desculpa para que eu me mantivesse na linha por um tempo, e no futuro próximo largasse tudo pra voltar aos velhos hábitos.
Ela não se decidiu se acabou ou não, mas eu mesmo me sinto péssimo e desconfortável do lado dela. Não queria perder tudo o que conquistamos. Não queria. Especialmente por causa desta merda.

4 Likes

Então lute, meu amigo! Faça tudo que esteja a seu alcance…não desista de vcs! Os bloqueadores são vitais…eles salvam vidas! Claro que n são infalíveis, mas nos faz refletir se realmente vamos querer acessar a p. Precisamos ser humildes para admitir que não temos o controle da situação!

7 Likes

Bom dia pessoal. Ontem, depois de passar o dia de uma forma horrível, tivemos uma ultima conversa difícil e fizemos as pazes. :pray: … e fizemos amor. Confesso que foi estranho, depois de passar uma semana completa reprimindo qualquer tipo de estimulo, simplesmente ir lá e não pensar em P, nem nada.

PAra quem é religioso… fomos na missa, e a leitura era exatamente sobre o amor que o marido deve ter por sua esposa (Efésios 5)… devemos amá-la como amamos a si próprios. Ao voltar, fui confrontado com a pergunta - “quando você se m…, vc estava me amando como a si próprio?” … que facada, amigos. Mas Deus falou conosco ontem, e nós ouvimos.

Agora tenho que tomar cuidado para não ficar com essa sensação de “ufa, escapei” e relaxar novamente. Hoje quando virei a primeira esquina com o carro minha cabeça virou pra olhar uma mulher que estava no ponto de onibus. Isto não pode acontecer.

Tive uma consulta via skype com um terapeuta sexual que, bom… no minimo um pouco polemico. O cara sugere continuar com o M, mas sem o P… para evitar exatamente a repressão do instinto. Minha mulher pensa que isso é inaceitável. além disso o cara também sugere acessar um P específico, de acordo com ele de uma categoria realista feita por mulheres… bom, enfim, falemos.

Obrigado a todos pelo apoio.

3 Likes

Cara, eu estou muito feliz por vc! Por favor, aproveite essa chance como a última! Não dá mais pra vacilar, meu amigo! Faça por merecer essa confiança que ela depositou em ti e declare guerra absoluta contra a pmo! Quanto a esse terapeuta, meu conselho é que vc procure outro…Sucesso para ti!

2 Likes

Irmão aproveite a chance pra mudar de vez! Força e foco você vai conseguir!
E quanto a esse especialista, sugiro não seguir seus conselhos pois P não vai te trazer benefício nenhum! Sinta prazer com sua esposa, concentre-se em fazer ela feliz e você vai ser feliz também! Força irmão! Abraço!

3 Likes

Olá amigos, obrigado pelas mensagens.
Terminei a 2a semana, estou em 14 dias.
Cada dia é um dia, às vezes sou surpreendido por pensamentos do tipo “e se eu acessasse p.?” “nunca mais, nunca mais vou assistir?”
Tenho que prestar atenção na voz do vício.
Mais difícil ainda é reconstituir a relação com minha esposa. As feridas são profundas, a desconfiança é grande… mas tenho fé que vamos conseguir superar tudo.

Abraços!

2 Likes

Sugiro que também procure o DASA (Dependentes de Amor e Sexo Anônimos) da sua cidade. Assim como todos nós, você possui um vicio. Se frequentar alguma igreja, busque orientação espiritual. Ajuda bastante.
Estou orando por você.

2 Likes

Cheguei em uma situação parecida com a sua… Mas nunca me abri para ela.
Fiz loucuras, procurei prostitutas, fiz coisas q não ouso falar… Tbm fiquei um ano praticamente sem transar com minha esposa.
Deus abençoe vocês dois nesse momento, que vocês superem isso, pois, se uma coisa ficou clara, é que ela o ama e que vc tem noção dos seus erros.
Muitas vezes chegar ao fundo do poço é uma benção

2 Likes

23 dias.
Estou sozinho em casa estes dias, pois minha esposa viajou. Alerta vermelho máximo.
Não preciso mais me forçar tanto a olhar mulheres na rua, mas os gatilhos estão em todo lugar, especialmente na internet e na TV.
Aparece uma mulher bonita na TV na rede social, vc sente vontade de ver outras fotos dela. Isto é um pré-pré-pré-gatilho. Se fosse antigamente talvez eu já emendasse o PMO, mas sentir o sangue subir me faz mal.
Segue a luta.

2 Likes

Boa sorte cara. Conte com a comunidade pro que precisar, e em momentos de desespero. Eu passo por um problema muito parecido com o seu, acontece dessa mesma coisa do pré-pré-pré gatilho… Estou evitando e preenchendo o tempo com trabalho, amanhã chego a 10 dias.
Que hábitos ou que atividades prazerosas você acha que pode desenvolver, pra colocar no lugar de ver TV e rede social?

1 Like

Cara, nesse reboot que estou, já passei por essa mesma situação por 2 finais de semanas e sobrevivi! Achei que n conseguiria, pq assim como vc, eu tb sabia que estava no alerta máximo! Tinha qse certeza que ia cair, principalmente, pq isso foi logo no início qdo eu estava mais vulnerável! Contudo, consegui sobreviver e me abster da pmo! Se eu consegui, vc tb consegue! Força!

Vou te dar 2 dicas que podem te salvar:

  1. Não assista televisão, não use internet, não veja filmes, nem séries, não veja revistas;
  2. Siga a primeira dica!

Sucesso!Avante!

3 Likes

@Juvenal não sei se tenho uma resposta pronta… do texto que vc mandou eu olhei o link do cara que fala do “No Arousal”, então eu evito ao máximo qualquer contato visual mais estendido para qualquer figura feminina, digamos assim. Tanto pela questão do NOFAP quanto tbm para acabar com a obsessão por outras mulheres.

Para substituir isso, ao invés de acessar redes sociais, eu estudo, ou então leio a wikipedia, quora, que são sites, digamos bem livres de iscas. Se acesso portais como globo.com tento nem olhar para a parte de “celebridades”, para evitar merdas. Acho que o link que vc mandou é bem util pois vc pode listar uma série de coisas que vc pode trabalhar em cima e não se concentrar em besteiras.

Redes Sociais deveriamos cancelar pela nossa vida como um todo, pois realmente só tomam tempo. Eu cancelei twitter e instagram (o mais inutil de todos) há um tempo, mantenho facebook e whatsapp apenas.

Agora, já respondendo ao @lutador2.0 eu vejo que o legal é ter metas factíveis, rs… acho que deixar de ver filmes e TV, ainda mais se vc for casado, não é possível… vc tem realmente que assistir e se controlar, tem que tentar levar uma vida mais normal possível… senão é pedir para recair.

(Admito que no meu caso é mais “fácil” que os outros, pois sou casado e posso dirigir toda a minha energia sexual para a minha esposa - é o que eu deveria ter feito desde o começo.)

2 Likes

@edudl79 Entendi, meu amigo! Tb sou casado! Eu falei aquilo pois vc disse que estava em alerta maximo e sozinho em casa…então, sugeri, uma estrategia de guerra! Rss obvio que não há como fugir das facilidades tecnológicas! Apenas sugeri evitá-las em razão do momento crítico relatado, tanto que me referi em “salvá-lo”, quando dei minhas sugestões e são totalmente factiveis em curto período(qdo estiver sozinho, por exemplo) de qualquer maneira…Boa sorte!

3 Likes

@lutador2.0 valeu amigo… entendi seu ponto… em situações pontuais vale o esforço.

acabou que todos esses dias eu sentei e dormi, praticamente o dia todo… então livre dos problemas!

vamos em frente!

4 Likes