Diário do Renascido (reboot católico)

60 dias hoje :white_check_mark: :latin_cross:

Dois meses vivo, graças ao poder de Jesus. Cristo está tirando o pecado do meu mundo! E tenho recebido muito mais do que somente a força para não recair.

Eu queria comentar algumas vantagens que tenho percebido de fazer reboot recorrendo ao Salvador.

A primeira é que agora, nos momentos de dificuldades, de tentação de voltar para PMO, eu sei que posso e devo rezar, que Deus nos socorre. Ele quer que peçamos socorro a Ele. Antes, diante da vontade de recair eu não sabia o que fazer.

A segunda vantagem é que logo quando surgem os primeiros pensamentos eróticos, eu já os corto imediatamente com a pequena oração “Sangue de Jesus tem poder!”. É absurdo o quanto isso ajuda a não entrar nos caminhos de recaída, que geralmente começam com um pensamento erótico, que vai puxando outro, outro, até o seu Sistema de Recompensa do cérebro já estar clamando pelo prazer da recaída. O Sacramento da Confissão aqui, confessando que se pecou com pensamentos impuros, tenho a impressão que turbinou a eficácia dessa pequena oração para mim. Esse tipo de oração curta chama “jaculatórias”. Existem inúmeras. Ajudam muito a não ficar pensando besteira e a já matar imediatamente os pensamentos eróticos que visam a nos levar para a recaída. Não deixa de ser outra forma de pedir auxílio a Deus. Antes, eu acharia normal esses pensamentos eróticos adentrando a mente. E continuaria mais anos e anos tomando yppon do Diabo.

A terceira vantagem é que agora sei que, mesmo que eu caia, eu posso correr o mais rápido possível ao Sacramento da Confissão e ali o sangue de Cristo será derramado sobre mim e terei forças para não entrar na “espiral de recaídas” (já experimentei isso). Penso que o ideal era a pessoa ter o contato do padre e, ao recair, imediatamente ir até o padre para ele confessá-la. E isso seria excelente porque a pessoa estaria enormemente arrependida (logo após a recaída), o que aumentaria enormemente a abertura dela para receber o perdão e a força da graça de Cristo para não mais cair naquele pecado.

A quarta e gigantesca vantagem de fazer o reboot recorrendo ao Salvador é a Eucaristia, o encontro físico com o Cristo vivo e ressuscitado! Esses 60 dias que estou sem recair se deram por causa da Eucaristia. Comecei a comungar e, pelo menos até o momento, não recaí mais. E mesmo se eu recair eu vou reaplicar isso tudo.

A Eucaristia tem inúmeros efeitos benéficos. Mas para nós, em nossa condição de escravidão do vício/pecado, vale a pena ressaltar estes efeitos: a Eucaristia nos afasta do pecado, previne contra pecados futuros e nos une mais fortemente a Cristo. Em outras palavras, ajuda enormemente a não recair.

Outra vantagem de estar buscando a conversão a Cristo como uma maneira de mudança de vida, que inclua o afastamento de PMO, é que acabamos tendo o hábito de ir na missa… e ir na missa não só nos dá as graças de Deus, que nos ajudam a ter força, mas também nos faz sair de casa, tomar banho, nos arrumarmos, todos comportamentos que ajudam a não cair.

Enfim, vamos para Cristo! Pois nós somos fracos mas Ele é forte e vence o pecado! Eu enfatizo aqui muito aquilo que interessa a nós viciados. Mas a realidade é que a ida para Deus é uma transformação que afeta todas as áreas da vida (que bom, porque Ele sabe nos guiar melhor do que nós mesmos… Nós por nós mesmos vamos parar aonde? Na pornografia, na masturbação…).

2 Likes

Dois meses meu irmão! Parabéns, você é um guerreiro armados com as armas de Nosso Senhor Jesus Cristo! Com mais 30 dias você consegue fazer o rebot completo. Muito obrigado pela sua força, estarei rezando por você! Abraço!

2 Likes

Parabéns pelos 2 meses brother. Que sua vida seja testemunho pra quem quer vencer esse vício.

2 Likes

Obrigado @sugrillos e @ErenConcurseiro .
Se eu estou conseguindo, pela força de Cristo, vocês conseguirão mais!

Hoje estou de folga do serviço. Corri na Igreja meio dia para receber a Eucaristia. Essa semana comunguei domingo, segunda, terça e hoje quarta. Sexta feira tem Confissão se tudo der certo. Amanhã eu trabalho e no horário do almoço, se Deus quiser, estarei na Igreja para receber a Eucaristia novamente, antes de almoçar.

Compartilhando com vocês o que aprendi: A Igreja determina 1h de jejum (podendo ingerir apenas água e remédio) antes de comungar. Seguindo recomendação do Padre Paulo Ricardo, tenho feito 3 horas de jejum antes de comungar. Se for missa de preceito (domingo, Dia do Senhor; ou dia santo) não pode chegar atrasado e são obrigatórias. Dia de semana, se não se tiver tempo para assistir a missa inteira mas quiser ir, tente ir pelo menos para a Liturgia da Eucaristia. É assim que estou conseguindo comungar quase todos os dias. E esses encontros com o Cristo vivo e ressuscitado é que estão me mantendo de pé.

4 Likes

63 dias :white_check_mark::latin_cross:

Acabo de me lembrar que na tentativa de me livrar da escravidão da masturbação, que para mim sempre foi mais difícil que a pornografia (embora eu tenha a consumido muito e ela tenha me causado muitos danos), eu cheguei a comprar um cinto de castidade. Tamanha era a falta de controle sobre meu próprio corpo. Geralmente, todos os dias eu já acordava e as fantasias logo já me tomavam a mente e assim meus dias já começavam com uma enorme derrota, a masturbação. Minha saúde foi afetada pelo excesso de PMO. Foi nesse desespero que resolvi comprar um cinto de castidade de plástico, com um cadeado. Como aquilo era incômodo. E o receio de escapar durante a noite. E o problema para urinar com aquilo. Que inferno era aquilo! Não consegui usar muito tempo. Eu achava que aquela prisão era a minha liberdade. Achava que eu só conseguiria ser livre se houvesse a infelicidade de algo mecânico me prendendo, para evitar que eu me tocasse. Graças à misericórdia de Deus, tempos depois disso, já no fundo do poço, eu pedi (mesmo sem acreditar, pedi de desespero mesmo, por estar no fundo do poço) e Ele me tocou. E dali pra frente eu soube que era possível viver livre, livre mesmo. Meu Senhor Jesus, como é bom saber que eu posso me deitar sem estar preso, nem ao vício nem a um dispositivo incômodo, graças a Vós, que tem me dado controle sobre meu próprio corpo e tem tirado o pecado do meu mundo.

Eucaristia essa semana:
Domingo :ok:
Segunda :ok:
Terça :ok:
Quarta :ok:
Quinta :ok:
Sexta :ok:

O Cordeiro de Deus tira o pecado do nosso mundo e nos liberta!

4 Likes

65 dias hoje :white_check_mark:

Definição espetacular do Padre Paulo Ricardo em seu curso sobre a Divina Eucaristia, em seu site:

  • O Batismo acende a fogueira.
  • O pecado mortal apaga a fogueira.
  • O sacramento da Confissão reacende a fogueira.
  • A Eucaristia aumenta a fogueira, coloca lenha, alimentando e aumentando a fogueira.

Por isso não podemos comungar em estado de pecado mortal. Não apenas é desrespeito com Cristo, mas é colocar mais lenha (Eucaristia) numa fogueira que não existe mais. Daí a necessidade da Confissão após pecarmos mortalmente, já que ela reacende a fogueira e, aí sim, podemos voltar a alimentar e aumentar essa fogueira espiritual com a Eucaristia - Corpo, Sangue, Alma e Divindade de Jesus Cristo.

4 Likes

70 dias hoje :white_check_mark::latin_cross:

Continuo buscando a conversão como meio de abandonar o vício.

Essa semana encontrei Nosso Senhor Jesus Cristo na Eucaristia domingo, segunda, terça, quarta, quinta e hoje sexta. 6 vezes. Hoje corri ao Sacramento da Confissão também.

Se eu, paralítico que sou, estou de pé é por esse contato frequente com o Corpo e Sangue de Cristo nos sacramentos. Ele tira o pecado do seu mundo interior!

Percebo que esse contato diário com Nosso Senhor na Eucaristia tem me mudado. Cada vez mais eu gosto da ideia de escolher uma mulher, e uma só mulher, e casar e ter família com ela.

Antes, eu já estaria querendo desperdiçar minha energia sexual em relações carnais, baseadas no sexo sem compromisso. Agora não, eu começo a ver que para eu ser capaz de amar eu preciso guardar o sexo. É Cristo me “desentortando”.

E essa energia sexual guardada eu quero usar para construir algo, para estudar, trabalhar, cuidar da saúde, para fazer tudo o que eu não fiz nesses 24 anos viciado.

Sinceramente eu estou acreditando que agora, em Cristo, e através dos sacramentos da Igreja Católica, enfim eu conseguirei viver.

Eu já cansei de morrer. Morri demais durante esses 24 anos. O pecado é uma morte. Mas Cristo é o Pão da Vida. Quem a Ele recorre na Eucaristia terá Vida! E eu creio nisso! E esses 70 dias são prova da verdade do Evangelho!

5 Likes

Lhe admiro.

Qual sua idade irmão?

1 Like

Fala Eren. Tenho 35 anos, man.

3 Likes

75 dias hoje :white_check_mark::latin_cross:

Sigo me apoiando na força de Cristo para me manter livre. São 75 dias graças à Eucaristia (em média 6 vezes por semana), Confissão (quinzenalmente) e meia hora de Oração logo de manhã.

Como Cristo tem me mantido de pé, como parei de me auto-destruir, de voltar à estaca zero, começo a tentar buscar Virtudes.

Estou começando pela virtude da Ordem, já que sempre vivi no caos. Estabeleci horário para acordar, sem ficar enrolando na cama. E horários para todo o resto. Estou seguindo a seguinte hierarquia de prioridades, para os dias em que estou de folga do trabalho:

1.Deus
2.Familia
3.Estudo

Oração de manhã, missa meio dia, terço à tarde e oração final à noite. Deus estabelece a primeira grande estrutura do meu dia. Essa hierarquia de prioridades me ajuda a discernir o que fazer e quando.

Eu li algo muito legal a respeito desse negócio de adquirir Virtudes. Todos nós somos como espadas tortas. Não tem como desentortar o metal a frio. Você precisa aquecer o metal numa forja e depois martelar ele, até que desentorte.

A forja que derrete o metal da nossa alma e permite desentortá-la é Deus. E o trabalho de martelar todos os dias esse metal aquecido até desentortá-lo é nosso.

3 Likes

Da série “Itinerário da Castidade”, disponível no canal do Frei Gilson no Youtube.

Procurar o auxílio da oração e dos sacramentos

Eucaristia e confissão para vencer o combate

3 Likes

Voltou-me uma dor no olho que eu tinha há uns anos atrás. Na prática eu enxergo com um olho só, meu outro olho só funciona como visão periférica. Toda essa tristeza de querer estudar e não conseguir, percebo que me fez jogar pro alto a disciplina que eu estava, e voltar a ter algumas vontades relacionadas ao velho comportamento luxurioso. Tenho tentado cortar imediatamente esses pensamentos, pedindo a Nossa Senhora e a Jesus para me salvarem. Vamos em frente.

4 Likes

80 dias :white_check_mark: :latin_cross:

Compartilhando com vocês um trecho que explica algo que já vinha percebendo ser essencial: não dar asas à imaginação, cortar imediatamente os pensamentos eróticos logo que eles surgem.

"O controle, importantíssimo, dos chamados ‘sentidos internos’, a imaginação e a memória.

Reconheçamos que 90% dos desvarios sexuais procedem do descontrole destes dois sentidos internos. Deixar a imaginação à solta - alimentada muitas vezes pelas recordações de pecados cometidos, de conversas, de filmes, de leituras, de imagens visuais procuradas - é a mesma coisa que escancarar as janelas da alma a uma série de tentações, constantes e progressivas, que entram como uma revoada de cupins […]. Quem é dono da imaginação, tem 90% ganho para ser dono e senhor dos seus impulsos sexuais e dos seus sentimentos. Este auto-domínio do pensamento é a chamada ‘mortificação interior’, tão - ou mais - importante para o senhorio da vontade como a ‘mortificação dos sentidos’" - Padre Francisco Faus, Auto-domínio - Elogio da Temperança

1 Like

86 dias :white_check_mark::latin_cross:

Só tenho a agradecer a Jesus e Nossa Senhora por todas as inúmeras graças que tenho recebido, entre elas essa de estar longe do vício.

A vida está bem melhor. Pele melhor, dia melhor aproveitado, humor melhor, relação geral com as pessoas melhor, estudo melhor, mais energia, mais perspectivas.

Nas outras vezes que atingi essa marca eu já estaria só pensando em sexo desregrado. Agora não, eu quero aproveitar essa energia e tempo para estudar, ler os clássicos da Igreja de 2000 anos, me aprimorar. Crescer espiritualmente e em virtudes.

Das outras vezes que fiz reboot eu consegui me abster de Pmo mas meu interior continuava luxurioso. Dessa vez eu espero que com a graça de Deus eu consiga ir me livrando da luxúria, que faz a gente desperdiçar tudo: o reboot, nossa energia sexual/criativa, tempo de vida…e afundado em relações vazias e passageiras, carnais, logo a gente volta para o vício. Não tenho mais tempo a perder. Já vivi errado tempo demais.

1 Like

91 dias :white_check_mark: :latin_cross:

Cruzada a marca simbólica dos 90 dias, totalmente através da força de Cristo e a intercessão de Nossa Senhora. Por mim, por minhas forças, eu já tinha sucumbido há muito tempo e voltado à auto-destruição. É realmente a graça de Deus, através de oração e uso frequente dos sacramentos, que tem me mantido de pé.

Ontem mesmo estava com dificuldades, percebendo que algumas fantasias queriam voltar, sentindo que a coisa estava começando a se encaminhar para uma situação já não tão tranquila. Aí eu fui confessar e já cumprindo a penitência que o padre me passou eu senti o Sangue de Cristo sobre mim (o que é próprio do Sacramento da Confissão).

Essa realidade do Sangue de Cristo é algo que você sente: imediatamente aquela dificuldade toda que eu vinha tendo com fantasias, tentações de voltar à luxúria, sumiram. E olha que os pecados que confessei não foram especificamente relacionados a PMO. Mas o Sangue de Cristo nos dá força, nos sana. E eventualmente você sente, sente uma imediata elevação na sua condição interior. É impressionante e um presente deixado por Deus aqui na Terra.

Basicamente a fórmula desses 90 dias foram:

  • Bloqueadores (celular, pc e roteador) para barrar pornografia
  • Sacramentos frequentes e Oração para barrar masturbação (minha grande dificuldade)
  • Estudos Católicos (para saber o que estou fazendo no campo da fé e dar sentido ao item acima)

Sobre os sacramentos, Eucaristia em média de 5 a 6 vezes por semana (vejo missa no dia que estou de folga e apenas passo na igreja meio dia para comungar nos dias que trabalho). E Confissão em média quinzenalmente.

Eu não sei se já escrevi isso aqui, mas vamos lá:

  • O Batismo acende a fogueira da graça (essa força de Deus que, para o que nos interessa aqui, nos dá condições de não recair).

  • O pecado venial diminui a fogueira da graça.

  • O pecado mortal apaga a fogueira da graça

  • O sacramento da Confissão reacende a fogueira da graça

  • O sacramento da Eucaristia joga gasolina, aumenta a fogueira da graça

É isso. Quanto mais sacramentos (e oração), mais graça, ou seja, mais a força sobrenatural de Deus nos dará condições de fazer o que não podíamos fazer por nossas próprias forças: ficar sem PMO, por exemplo.

Sei que daqui pra frente haverá uma dificuldade adicional, que é o fato da energia sexual estar acumulada. De um lado isso é bom, pois nos torna mais produtivos. De outro lado é um ponto de atenção e alerta, pois não é fácil conter tanta energia acumulada. Cenas dos próximos capítulos.

4 Likes

Parabéns pelos 90 dias brother. Que venham 100, 200, 365!

3 Likes

Parabéns pelos 90 dias mano, mas n pensa que só porque chegou aos 90 a luta terminou, pelo q eu sei 90 dias são para não sentir mais a maioria dos efeitos de abstinência e o cérebro precisa de cerca de 2 anos pra se recuperar completamente.
Desejo boa sorte nesses próximos dias que viram e com foco e força vc chegará nos 100, 200, até mesmo 1000

2 Likes

Obrigado, amigos.
É, agora depois dos 90 dias acho que terei que ter ainda mais cuidado, já que é muita energia acumulada.

2 Likes

93 dias :white_check_mark::latin_cross:

Estava com bastante dificuldades hoje de manhã. Fui à missa e após a Eucaristia toda a dificuldade passou e tive um dia tranquilo.

3 Likes

100 dias hoje :white_check_mark::latin_cross:

Cem dias com uma força que não é minha, mas totalmente emprestada de Cristo. Desde que comecei a receber a Eucaristia, há 100 dias, não recai mais. É o poder do encontro real e físico com o Cristo Ressuscitado.

Minha vida está bem melhor. Meu quarto bem mais arrumado. Minha relação com as pessoas muito melhor. Estou lendo somente coisas edificantes: livros espirituais ou sobre virtudes. Tenho muito que trabalhar em mim mesmo, já que todo esse tempo afundado no vício me impediu de desenvolver um monte de qualidades necessárias.

Deus não só está me tirando do fundo do poço do vício, o que já seria excelente; mas Deus é também a forja que “derrete o metal de nossa alma”, permitindo desentortá-la e assim adquirir as qualidades que nos faltam.

Exemplo: eu NUNCA consegui me disciplinar, seguir rotina, o que sempre me fez improdutivo. Sempre vivi no caos e achava qualquer tipo de disciplina de horários um saco. Mas lendo livros católicos sobre a conquista da Virtude da Ordem, eu estou - aos poucos e sempre pedindo a Deus - conseguindo disciplinar meu dia. Com isso tenho conseguido estudar mais, fazer mais coisas. E fazer o que eu me determino. Isso se chama liberdade.

Meu foco inicial são 3 virtudes: a Castidade (sem a qual todo esse edifício demorona, com o retorno ao vício), a Ordem (que é uma virtude basilar, que meio que sustenta todas outras) e a Fortaleza (a capacidade de tomar o impacto da vida e dos outros e não ser arranhado, não reclamar, ter paciência, suportar o sofrimento com alegria, ter perseverança em projetos de longo prazo, coragem, etc…).

Tudo isso só é possível com Deus.
Eu por mim mesmo não tenho forças para nada disso: ficar sem me masturbar, lavar a louça, levantar cedo mesmo nos dias de folga, estudar, não ficar enrolando o dia todo no YouTube, limpar meu quarto, etc. Tudo que estou vendo de bom em mim vem de Deus. E se Ele tem me emprestado a força para viver e viver bem, emprestará muito mais a você.

A salvação da nossa vida e a salvação da nossa civilização estão ambas em obedecer ao que Cristo nos ordenou: “Fazei isto (encontrá-lO na Eucaristia) em memória de mim”.

5 Likes