Dia 57 - EasyPeasy - Sair do condado é a única forma de queimar o anel (contém trocadilho🤣)

Obs.: o título deste diário será explicado no terceiro tópico
Fiquei solteiro final do ano passado (2020) e a partir daquele dia minha emoções, já atribuladas devido ao falecimento recente do meu pai, pioraram consideravelmente. Foram alguns anos de relacionamento, algo relativamente longo e muito bom, mas a vida humana sempre tão cheia de surpresas e nossa relação findou. Eu estava há 164 dias vivendo em nofap, ainda no modo força de vontade (hackeando o ambiente, instalando bloqueadores, desativando redes sociais e etc), mesmo nesse estilo, o de força de vontade, houveram sim benefícios, mas eu me sentia relativamente livre apenas, era como se eu fosse um prisioneiro em regime semiaberto. Eu sentia o gosto da liberdade e de uma maior tranquilidade emocional, mas ainda havia a crença de que eu tinha perdido algo prazeroso que tivera se tornado proibido.
Pois bem, com a somatória de tragédias e de perdas, os 164 dias foram por água abaixo e eu recaí profundamente. O antigo sistema de alerta para emergências do cérebro ficou tão ativado e tão desesperado para obter alívio daquele estado depressivo que eu me deparei com o vício em pmo de novo. É óbvio que foi uma situação a parte, nem todos passam por algo tão tenso assim durante um reboot ou durante a primeira vez de uma streak longa. Foi um desafio a mais, afinal eu estava desde o ano de 2017 tentando sair desse vício, com recaídas por cima de recaídas. Imaginem só, três anos tentando e eu tinha pela primeira vez chegado além dos 90 dias, dando 164 dias. Bom, após aquela queda, eu decidi relaxar, sabe? Ao mesmo tempo em que consumia pmo, eu ficava me perguntando como eu poderia sair definitivamente daquilo. Tentei o uso de bloqueadores de novo algumas vezes, mas nunca conseguia direito. Passava uma semana e recaía ou menos. Até que eu criei um esquema de bloqueio sinistro e consegui ficar 56 dias sem consumir pmo. Era a primeira vez, estando solteiro, que eu consegui passar um tempo considerável. Porém, nem tudo são flores e no dia número 55 eu tive um sonho erótico tão insano que ejaculei na cueca. Claro que isso não foi recaída, mesmo eu estando em hard mode, mas bateu o efeito caçador no dia 56 e eu burlei o bloqueio. Foi nesse dia que eu descobri uma triste verdade: quem quer burlar o bloqueio vai dar um jeito. No fundo todos nós sabemos disso, inventaremos mentiras, seremos dissimulados com nosso parceiro de responsabilidade, pegaremos a senha, desativaremos todo o sistema e iremos viver uma farra pornô e, um adendo, sabendo da dificuldade de burlar esse mesmo sistema criado, iremos passar um bom tempo deixando ele aberto, dias e dias, isso tenderá a aumentar o consumo fortalecendo o próprio vício, até que depois de uma ou duas semanas de farra, já no fundo do poço, iremos reativar tudo e fingir que nada aconteceu e nem nosso parceiro de responsabilidade irá desconfiar da boa conversa que iremos contar pra ele.

Entretanto, num belo dia eu me deparei no fórum do BlockerX com algo chamado Método EasyPeasy. Era uma postagem que levava a outro fórum, o Rewire Companion. Quem acompanha meus diários sabe como foi essa descoberta, descrevo em detalhes nos meus diários. Considero-me curado do vício em pmo desde o primeiro dia em que decidi seguir o método EasyPeasy e o resto é história, quem quer saber mais, tem mais nos meus diários. No dia de hoje estou há 57 dias sem consumir pmo e estou curado desse vício. Não uso nem mesmo bloqueadores e sou indiferente aos gatilhos, pois se sua crença for mudada, a ideia de que exista um “gatilho” mesmo, de fato que te OBRIGUE a consumir pmo cairá por terra. Não existe ninguém com uma arma na sua cabeça te obrigando a recair em pmo só por que viu uma bunda bonita no Instagram. Pode parecer absurdo, mas quem lê meus posts aqui ou o livro EasyPeasy Method entenderá perfeitamente. E algo anterior a leitura deste livro preparava o terreno mental para esse mundo de verdadeira libertação e cura do vício: foi uma grande amiga e pessoa muito especial que eu conheci num programa de desenvolvimento espiritual. Ela passou a ser uma confidente, além de ser minha parceira de responsabilidade e vivia me dizendo: “Olha, você deveria se desapegar desses bloqueadores. Estar curado, na minha cabeça, é não depender de um sistema externo”. Claro que ela nunca tivera sido viciada em pmo e ou não tinha todos os estudos e informações sobre cérebro, comportamento e neurociência que nós cansamos de debater aqui, PORÉM O QUE ELA FALAVA ERA VERDADE, eu sentia isso. Então quando me deparei com o EasyPeasy foi só a peça que faltava no quebra-cabeças, pois todas as outras já estavam espalhadas: três anos de luta contra o vício, todo tipo de informação, todo tipo de uso dos bloqueadores, alguém que me apontou a coerência e por fim o método do livro.

Uma das melhores trilogias que eu li e assisti na vida foi O Senhor dos Anéis. Talvez muitos tenham assistido, mas caso você não, saiba que a partir deste ponto contarei revelações sobre o enredo. A obra conta a história de um anel de poder, que dá para a pessoa a capacidade da invisibilidade. Isso foi inspirado das obras de Platão, ele conta um mito exatamente da mesma forma num debate sobre a moral, onde se perguntava como se portaria o homem que tivesse um anel que o deixasse invisível. Em O Senhor dos Anéis era como se fosse um desenrolar fantástico sobre esse mito, uma grande narrativa com milhares de cenas e possibilidades deste debate moral. O anel tem um incrível poder sobre a mente dos homens, mas é justamente por que ele é o anel do poder, ele faz com que o ego do indivíduo seja protegido infinitamente enquanto atua nas sombras. Esta possibilidade de poder enfeitiça as pessoas. E alguém, o único que domina este poder completamente, quer possuí-lo de novo, pois o perdeu em uma batalha em tempos remotos. O anel está conectado a este ser chamado Sauron e mexerá com a mente de todos aqueles que estão próximos até chegar em seu verdadeiro dono. Destruir o anel é essencial para salvar toda a Terra-média. Porém se pudermos diminuir a proporção desta saga e focarmos nos indivíduos veremos que o anel exerce menor força em dois deles durante toda a obra: Tom Bombadil e Sam. Além desses, ninguém consegue resistir por muito tempo a presença do anel, até mesmo Frodo sofre e no final da história, é possível percebermos que toda a alma do Frodo já tinha sido controlada pelo anel, mas a de Sam não, nunca, em momento nenhum. Lembrando que este mesmo objeto afeta a mente das pessoas apenas de estar perto dele, mas Sam conseguiu carregá-lo sem se afetar. A verdade sobre o por que de Sam conseguir isso é pelas características de sua personalidade: despretensão e humildade total. Frodo, ainda que seja também humilde e um homem simples, pois essa é característica dos hobbits (seres que não buscam o poder igual os outros), muitas vezes Frodo se achava “O CARA”, “O ESCOLHIDO”, como se fosse um ser especial e o Sam nunca se viu assim, esse mínimo de ego do Frodo atrapalhou sua mente algumas vezes. Porém, podemos notar que o Sam ainda sente o peso do anel quando o carrega, toda aquela negatividade é sentida ainda que não se corrompa, mas existe alguém que nem mesmo essa negatividade é sentida, na verdade é o ÚNICO SER que brinca com o anel em toda a trama: Tom Bombadil. Existe um debate sinistro e nunca terminado, nem mesmo em consenso, sobre de que espécie ou raça é o Tom Bombadil, que ser ele é, não só pelo anel ser incapaz de exercer qualquer influência sobre ele, como ele mesmo brincar com o anel, ELE quem faz o anel ficar invisível, não o contrário, imaginem só, mas também pela história de quando o Tom conta quem ele é numa descrição completamente mística, falando que esteve ali desde quando surgiram as primeiras estrelas. A grande e única coisa que, na minha percepção importa sobre o porquê o anel não afeta Tom é por que Tom é o único de todos os seres em Senhor dos Anéis que sabe exatamente quem é, de onde veio, ele tem cem por cento de autoconhecimento, ele está desperto, iluminado ou quaisquer outro desses adjetivos. Aquele ser que sabe verdadeiramente quem é jamais será afetado. Quando se fala em “verdadeiramente” não falo em nada raso, mas algo profundo, um eu primordial. Porém, por muitas vezes não estamos nesse nível completo de autoconhecimento chegando ao nível de Tom, mas podemos começar a nos comportar igual ao Sam desde já, para quem sabe, um dia, chegarmos no nível de Tom. Sam possui lealdade, foco na missão, coragem, despretensão e uma perseverança inexplicáveis. Ele é tão obstinado que carrega o Frodo nos braços no final da jornada, próximos a entrada da montanha da perdição, onde o anel será destruído, pois Frodo não tinha mais forças para continuar, Sam carregou Frodo e o anel nessa hora ao mesmo tempo.

No fim das contas foi preciso toda uma longa jornada de três anos para que aquele objeto mental, psicológico de “poder” (pois fazia com que eu me sentisse melhor no meio das sombras) pudesse ser destruído. Foi necessário ir buscar conhecimento, tentar os bloqueadores, testar de tudo, para no fim das contas, lendo o método EasyPeasy eu entender que os demônios estavam dentro de mim, eram apenas minhas crenças psicológicas, quando elas acabaram, a saga acabou. Hoje no dia 57, eu lembro de uma cena em que Frodo e Sam estão saindo do condado no primeiro filme e Sam para, olha para baixo, para o lado e observa a cena ao seu redor, Frodo indaga o que houve e ele responde que aquele foi o ponto mais longe que ele já foi de casa. E eu digo o mesmo, é a primeira vez enquanto solteiro que eu chego no dia 57 sem pmo, em nofap hardmode. Nunca estive tão longe daquela zona de conforto e o mais importante, diferente do Sam eu não terei uma batalha pela frente, eu já estou voltando da montanha da perdição.

Desejo para vocês uma excelente jornada. Um abraço muito forte.

8 Likes

Is your name Dia and are you really 57 years old?

5 Likes

@GOVIND-19 he’s saying that he is on day 57.
His name isn’t dia btw… :rofl:

In Spanish dias is days… Portuguese is almost same.

4 Likes

Uma música legal e escutar não custa nada. Lembrei dela hoje com esse tópico.

2 Likes

cara todos deveriam ler easypeasy.
precisei ler 3 vezes pra conseguir compreender bem, talvez sou meio burro, mas se alguém ainda mais burro que eu precisar ler 10 vezes para se libertar completamente, ainda está com uma grande vantagem na sua vida. se libertar de verdade deste vício é maravilhoso.

Mamão com Açúcar ← tradução do livro postado aqui no forum

3 Likes

Sim! Que música incrível kkk. Provavelmente é baseado também nesse mito de Platão.

1 Like

Grande @ENOC ! Conheci o método na tradução que você fez e deixou aqui no fórum. Você salvou minha vida, cara kkk. Nunca pensei que um dia escreveria algo em uma publicação minha. Obrigado por tudo.

2 Likes

Sim mano, hahaha, o cara conseguiu conectar um mito em algo atual como as redes sociais, mt foda a música :D.

1 Like

Me adicionem como amigo aí. Hahaha. Sei fazer isso não. :sob:

3 Likes

cara fico muito feliz!

2 Likes