Aprendam a Resolver os seus Próprios Problemas

Bom, apenas um conselho de quem teve que se virar para começar a pensar em si mesmo: considerem que vocês estão numa situação onde ou alguém se importa com vocês, comigo também porque estou no mesmo barco, e ensina o caminho certo, ensina mesmo ao ponto de vocês deixarem a pmo de lado, ou vocês aprendem por si mesmos, que parece ser o melhor caminho para não estagnar em fórmulas prontas.

Eu particularmente posso contar com a minha experiência pessoal de simplesmente resolver o problema pmo como uma equação matemática:

  1. Vinte anos assistindo pmo continuamente.

  2. Minha condição financeira é péssima.

  3. Não tenho autonomia.

  4. A pmo me impede de ter autonomia.

  5. Se eu deixar a pmo, volto a conseguir pensar em termos de autonomia.

  6. Melhor ter autonomia do que ser dependente.

  7. Eu dependo da pmo para não cair em depressão.

  8. Se eu deixar a pmo, caio em depressão.

  9. É preciso viver, ter uma vida com autonomia, porque não existe nada pior do que depender de família para continuar vivendo, numa certa idade.

  10. Eu não gosto do meu estilo de vida.

  11. Preciso buscar alguma coisa que me faça mudar a minha própria mentalidade.

  12. Eu sou uma pessoa isolada e solitária, sem amigos e com ninguém se importando com o meu bem estar ou futuro.

Solução: preciso aprender a resolver os meus problemas sozinho.

É o que aconselho a vocês. Tentem levar na esportiva cada derrota que vocês tiverem para a pmo, não levem a sério porque o mostro pode tomar dimensões assustadoras.

Se vocês lembrarem do filme A Vida é Bela, o pai do menino que foge de um mundo caótico, simplesmente faz da fuga um jogo, sem lesar o psicológico da criança.

Do mesmo modo, considerem que vocês já foram crianças e guardam lembranças, boas e más, dessa fase.

Se vocês conseguirem resgatar dentro de vocês a alma infantil que tinham, se conseguirem um dia, eu incluso, ver a pmo com um olhar inocente, sabendo que foram vítimas desde cedo de um planejamento social que visou a sua própria destruição psicológica, justamente para se fazer “justiça” a pessoas que nunca fizeram nada para terem a menor estima, verão que a criança de vocês foi violentada no seu psicológico por conta desse plano maligno de simplesmente acabar com a sexualidade humana, a sexualidade normal e natural que todo mundo aqui sente, mas em quem vê pmo é completamente invertida.

Pensem que vocês foram vítimas, e não se culpem ao ponto de perder as esperanças em um dia a libertação vir.

Um grande abraço.

1 Like