Me sentindo um lixo/ livro sobre PMO

Ontem achei que eu deveria escrever um livro falando sobre PMO de maneira fictícia de modo a conscientizar as pessoas. Já tenho essa ideia alguns anos e escrevi alguns trechos. Eu sempre descrevo recaídas e não sinto nada, mas meu personagem principal eé um homem. Ontem descrevi uma recaída, mas acabei tendo vontade, me segurei. Hoje tive a infeliz ideia de ficar na cama até mais tarde e aí recai de novo… Acho que essa eé a primeira vez que recaio tão rápido… Parece que isso nunca vai acabar. A boa notícia é que voltei a fazer terapia, mas até ter coragem de falar sobre isso vai demorar um pouco. Talvez eu seja uma pessoa sem vergonha ma cara mesmo e não preste. Recair tão rápido me abalou muito. Estou com medo de começar a achar isso normal.

2 Likes

Você atrai aquilo que você pensa/mentaliza.

Antes de vencer o vício deve primeiro mudar sua mentalidade. Se você não tivesse vergonha não estaria combatendo o vício.


Apoio totalmente essa ideia do livro, que tal começar escrevendo ele em um tópico aqui.

1 Like

É preciso combater porque “Se não vivemos como pensamos, acabaremos pensando como vivemos” isso é fato, pode crer… Talvez o melhor seja falar na terapia daquilo que te angustia e leva a usar PMO

1 Like

Eu só tô conseguindo ficar sem praticar quando não tô pensando nada sobre…se eu penso um segundo já caio…
Acho bom anotar essas ideias, pois sei que que tem coisas que se você não escreve na hora você esquece, mas acho melhor deixar esse livro para quando você estiver curada ou então quando conseguir se “blindar” ao escrever sobre, se isso está sendo um gatilho pra você.
A terapia vai com certeza vai fazer muito bem, minha dica pra começar a falar sobre isso é pegar algum gancho quando o psicológo quiser falar sobre relacionamentos e consequentemente sexualidade. Mas não se apresse tanto, uma hora você estará confortável contando qualquer coisa.

2 Likes