Diário de um novo homem

Enfim, a meta minha é de virar o mês com 10 dias em hard mode. Vou postar diariamente aqui pra vcs e pra mim mesmo. Vou voltar ao eixo, prometo publicamente a todos vcs que não vou me deixar levar, eu tinha chutado o balde achando que nada importa, mas tudo importa, tudo está em jogo, minha vida, minha liberdade, minha saúde, minha felicidade, meu futuro. Me dê forças galera, conto com o apoio de vcs pra vencer de vez esse vício. Meu código é: qxy0oq

To te acompanhando Ricardo, acabei de cair de uma streak de 11 dias… pensamentos de desgraça e limitação virão, mas vendo seu diario, eu lembro… que minha jornada não é só 90 dias… é uma vida inteira!

Vou acompanhar seu diário!

1 Like

Muito obrigado pelo apoio @Gusta. Pois é, Gustavo, eu ainda não cheguei a completar um Reboot inteiro, mas cheguei ao ponto de não me sentir tentado ou afetado pelo vício, mas houve algumas situações que me deixaram tão pra baixo que chutei o balde, por achar que nada importava. Uma grande bobagem, pq além de não ajudar em nada, a PMO na vdd piora vários aspectos da vida.

Emblema: Prisioneiro. Submeta 1/7 hard mode. Objetivo final 1/90 hard mode. Reinstalei o bloqueador, recomendo para absolutamente todos que têm ou tiveram vício em PMO. Apesar de que 1 dia de streak não melhore tanto a disposição, já estou melhor, ontem eu estava acabado, na lona, um frangalho de homem, a vergonha e culpa era tanta que eu andei cabisbaixo e com cara de velório. Voltando ao eixo. Hoje tomarei a décima segunda dose da PEP, o corpo tá reagindo bem, sem reações adversas notáveis, me deu uma erupção cutânea, mas minúscula, que até pode ser de picada de inseto. Assim que eu sair do serviço vou tomar um açaí pra me distrair. Forca, guerreiros. Meu código: qxy0oq

1 Like

Ia esquecendo de relatar… No dia 23 não caí, no dia 22 à noite eu havia praticado sexo. Então 2 dias completos sem PMO, porém no dia 22, após relatar, havia saído do Hard mode, e no dia 23 voltei ao hard mode. Vou fazer assim: ficar o máximo possível em hard mode, e quando eu sentir que estou perto de cair, ou mesmo com muita vontade de sexo, vou ficar com a garota que fiquei. É uma menina legal, que gosta de mim, e por quem eu tbm tenho um carinho. Melhor que eu ficar com qqr uma. É isso. E amanhã (na verdade hoje, daqui muitas horas) chegarei à metade do tratamento do qual falei. Meu código é: qxy0oq

01/07 hard mode. 01/90. Tive uma queda ontem, eu havia praticado sexo e depois pratiquei PMO, foi uma estupidez sem tamanho. Eu me enganei, hard mode será melhor, pois não ficarei preocupado com desempenho… Depois eu comento mais, saí agora há pouco de um treino de artes marciais, dei uma machucada. Vou tomar um banho e passar um gelo…

Completei 1 dia sem PMO esta tarde. Estou virando a página, irei terminar o mês de fevereiro com 30 dias sem PMO, em hard mode. Vou me mudar de cidade e de serviço em breve, isso tudo me deixou ansioso e ao mesmo tempo eu estava com um vazio em mim, mas agora estou buscando novos significados. Eu havia chegado em um ponto em que nada parecia importar, com um sentimento de solidão. Mas eu preciso aprender a me sentir bem mesmo sem ter uma namorada, e não posso condicionar o Reboot ou outras coisas importantes a isso. Até pq as maiores mudanças, as mais significativas são aquelas em que mudamos por nós mesmos. O amor próprio deve ser o maior combustível de mudança. Quem se ama se respeita, quem não se ama não se respeita, e qnd propõe mudar é para agradar, e não por algo interno e genuíno. Então preciso me amar mais e me respeitar mais, em vários sentidos. e isso já é um fim em si mesmo, não precisa de motivação nem finalidade…

1 Like

Me desculpem pelo sumisso. Eu falhei feio em recair e não há justificativa alguma, pois nada justifica uma queda. E nada justifica eu ter abandonado a comunidade, pois devo pensar em ajudar a ser ajudado. Esses dias aconteceram coisas boas e ruins, minha vida está preste a mudar, irei assumir um novo cargo, em uma nova cidade, a expectativa é que depois de 2 ou 3 anos eu retorne pra minha cidade natal, mas isso é incerto…

Esses dias conheci uma garota muito boa, mais madura e mais cabeça, demorou pra eu aceitar que minha ex era o típico caso de mulher que gosta de cafajeste, saiu com metade da academia onde treinava; não que eu tenha algo a ver com o passado dela, mas é que ela havia me passado uma imagem totalmente diferente do que imaginei, pois jamais me relacionaria com ela afetivamente sabendo o que sei, fiquei com raiva de mim por ter feito papel de idiota, mas a culpa foi minha, ela fez o que é da natureza de pessoas como ela fazer, a mim cabe conhecer melhor alguém pra não me iludir. Mas tudo serviu para eu refletir sobre mim, sobre o que espero de um relacionamento, e pra minha surpresa conheci esses dias uma garota totalmente diferente, que não fica de joguinhos, muito sincera, não é narcisista, que sempre me colocou pra cima, uma pessoa pé no chão; é alguém que passa uma imagem de estabilidade emocional e honestidade. A gnt não começou a namorar, logo que nos conhecemos eu disse a ela sobre a mudança, ela tinha ficado triste com a situação, eu tbm, conversamos muito e decidimos não ficar mais, mas foi tudo numa boa, sem ninguém apontar o dedo, ou algo do tipo, pelo contrário, um desejando ao outro tudo de bom que a vida pode reservar, qnd nos vimos da última vez, ela não fez cara de bosta como muitas mulheres fazem em términos ou despedidas, ao contrário ela me abraçou forte, me deu um bjo no rosto e se despediu com um sorriso inconformado de minha partida… É uma pena, e ultimamente não estava preocupado em conhecer uma menina bonita, mas por sorte foi de longe a mais linda com quem já fiquei, não só de rosto, mas tbm de corpo… Que pena, é uma menina com uma infinidade de qualidades que tanto admiro…

Fala, galera. Tô conseguindo voltar ao eixo, nós sabemos o quanto os primeiros dias são difíceis, e a atenção tem que ser mais que redobrada. Daqui uns dias mudarei de cidade, e para o lugar que eu vou ficar não há computador, o que acho muito bom, já que quase todas as minhas últimas recaídas se deram na casa em que eu estava ficando. Meu celular está com dois bons bloqueadores, já ajuda muito. Mas só isso sabemos que não basta, é preciso consciência, força de vontade, ter um propósito e pq não dizer brio na cara? Eu tenho lido alguns trechos da Bíblia todos os dias, e orado toda vez antes de dormir, não quero perder esse costume qnd me mudar, acho que tem me ajudado voltar ao eixo, pois cada momento é um momento, ora convicção de nunca recair, ora de flerte mental com o vício. Infelizmente estou longe do nível de liberdade em que só o fator moral ou religioso já bastem para me manter limpo, meu maior motivador no momento é a saúde sexual, mas sei que dia após dia surgirão outros motivos, pois sei que existem milhares de motivos para abandonar o vício. Intuitivamente eu sinto que msm que se eu restaure minha saúde sexual, mas se eu me tornar um viciado em sexo, isso tbm me deixará um vazio, sei que serei feliz com uma companheira, sem ter a mentalidade que tenho agora de ficar com o máximo de mulheres possível, pois isso tbm cria um vazio, momentos de prazer sem significado. Quero formar minha família, ter filhos e ser bom marido e bom pai. Deus ajude que eu consiga vencer esse vício. Peço apoio de vcs, membros dessa comunidade. Peço tbm a oração de vcs, para aqueles que acreditam no poder da oração.

Boa noite, galera. Estou no dia 8, é pouco, mas para quem vinha de uma série de quedas seguidas, no fundo do poço, é o começo da vitória. Não está sendo fácil, hj tive conversas inapropriadas, que prejudicam a recuperação, pois é uma excitação, e como sabemos nosso cérebro precisa de descanso, e além disso, o risco de queda é muito alto. Não vale a pena… Melhor evitar esse tipo de situação, mudar de assunto, não visualizar a msg, seja lá o que for preciso para não ter papo obsceno pelo celular. É difícil, mas é necessário. Nós sabemos como é o processo, não vale a pena trocar o Reboot por um breve momento de prazer. É bem melhor pagar o preço, e depois ter uma vida saudável; na verdade o próprio Reboot em si já é mais saudável que estar no vício, se abster de sexo, masturbação e orgasmo só trás benefícios crescentes, que nos deixam cada vez mais saudáveis, seja sexualmente, seja socialmente e em vários outros aspectos… Vamos vigiar… Rumo à conclusão do Reboot em Hard Mode, rumo à libertação total, fim da DE, rumo à saúde, rumo à felicidade. Me acompanhem, vamos apoiar uns aos outros, meu código é: qxy0oq

1 Like

Dia 0 galera. Eu havia feito o ato reprovável de guardar um vídeo P caseiro na nuvem do email, e já sabem onde isso deu. Tbm tive conversas inapropriadas, que culminaram com a prática de PMO. Eu flertei com o vício, eu cometi um grande erro e assumo TOTAL responsabilidade. Para vencer a PMO vc deve botar na cabeça que jamais, jamais mexerá com PMO, não existe exceção. Eu não sou exceção, vc não é exceção. Não existe desvio ou caminho fácil.

Completei o dia 1. Eu estava num streak legal, com a mente firme, porém tive conversa erótica via whatsapp, com uma menina do Facebook, o que culminou em um relapso. Estou contente, porém por ter conseguido logo em seguida me colocar de pé, de maneira a não perder todos os benefícios e de maneira tbm a possibilitar mais a vitória sobre o vício em Pornografia e Masturbação. Esse contexto de pandemia de corona vírus atrapalha o Reboot, na medida em que perdemos um pouco da nossa rotina habitual, porém nada que seja intransponível, na verdade tive experiências que inculcaram profundamente em mim que o ser humano possuí altíssima capacidade de adaptação. É isso, vou procurar relatar todos os dias, dizendo como me sinto e tbm as pequenas evoluções no dia a dia.

1 Like

Hoje estou relativamente bem, confesso cogitei algumas vezes em praticar PMO, mas a razão prevaleceu, graças a Deus. Hoje me senti entediado, por ficar o dia todo em casa, mas tbm procrastinei em não fazer coisas boas que poderia ou até deveria fazer, como estudar, praticar atividades físicas. Mas não fiquei 100 % à toa, fiz algumas tarefas domésticas. Estou me sentindo um pouco solitário, estou morando longe dos meus pais, estou solteiro e morando numa república com um casal de colegas de curso, eles são ficantes e são mais velhos que eu, são colegas, não chegam a ser amigos; não temos muitas coisas em comum, o convívio é bom, mas em alguns momentos sinto que estou num espaço que não é meu, e ora sinto que estão num espaço que é meu. É complicado, mas vamos aprendendo a lidar. No Reboot, indiretamente me ajudam, pois sei que a casa sempre está com gente. Haverá dias que estarei sozinho, porém já peguei o costume de nunca trancar a porta do meu quarto, no máximo, qnd vou me trocar, encosto sem trancar, qnd vou dormir deixo ela, ou deixo-a entreaberta, só não deixo escancarada pq durmo de cueca, e mesmo se fosse de short seria estranho eu dormindo esparramado e um dos dois passando e me vendo; mas manterei sempre essa disciplina da porta entreaberta.

Como já confessei aqui no diário, ainda sofro em um certo grau de DE, talvez esse seja o único motivo de eu não sair a torta e direita praticando sexo casual. Mas olhando pra trás e vendo a época em que eu não era viciado, acredito que essa necessidade psicológica ou neurótica de praticar sexo casual seja em grande medida por conta do vício em PMO, pois lá atrás tive várias oportunidades de sexo casual e rejeitei por achar que não me acrescentaria em nada, priorizando relações românticas. Eu sinto falta de ter uma parceira, uma menina para estar ao meu lado; claro que não é o momento, dado as circunstâncias profissionais etc, mas eu sinto falta de ter uma parceira, uma namorada.

Completei o dia 2. Hj fiquei mto ao celular, a cabeça tá até doendo. Hoje não foi tão produtivo, não treinei, não estudei, mas tbm não vacilei para praticar PMO. Hoje parece que foi mais fácil segurar a barra que ontem. A cada dia fica melhor, por isso não podemos desistir, não podemos chutar o balde. Nossa saúde, nosso futuro está em jogo. Que Deus nos proteja e nos dê forças.

1 Like

3/90. Hoje foi muito, muito difícil. Hoje entrei na Netflix e me senti muito tentando a entrar em filme ou série inapropriadas; hoje passou pela minha cabeça chutar o balde; amanhã meus colegas de república estarão fora e eu terei de redobrar a atenção. Racionalizei em praticar PMO hoje e amanhã, e começar depois. Parece que nesse momento um animal toma conta da mente, mas dentro de alguns minutos passa, graças a Deus. É uma dependência psicóloga, pois não estou com libido, na vdd estou numa fletline forte. Não racionalizem reiniciar. Eu estou tentando me livrar disso desde de 2017. Perdi um casamento, estou com Disfunção Erétil Induzida pela Pornografia, da qual sofro em algum grau já desde 2013; ou seja, mais de 7 anos com DE, por algum motivo eu tinha ereção boa e forte com minha ex esposa; mas a cada ano que passou isso foi piorando aos poucos, hoje, nenhuma cena de PMO me causa ereção, e se causa, dura pouco tempo. No sexo é a mesma coisa, consigo alguma ereção que dura pouco tempo, e só consigo fazer sexo pq existe a ereção reflexa, que é a induzida pela tato, mas q acaba assim que se para o estímulo físico. Já tenho tido pesadelos recorrentes com brochadas. É algo perturbador, que já está em meu inconsciente. Mesmo qnd eu me livrar do vício terei que tratar disso através de terapia, pois creio que mesmo superando o vício em PMO, ainda assim terei algum trauma psicológico para tratar. Vou buscar ajuda junto à uma instituição filantrópica que é ligada à minha carreira, ou então buscarei meu plano de saúde. Está sendo difícil vencer isso sozinho, preciso realmente buscar uma ajuda externa. Isso começou qnd eu tinha 18 anos, agora cá estou eu com meus 27, vou me livrar dessa merda custe o que custar.

Uma das coisas que eu acho mais eficazes é não contar dias, deixe o contator fazer isso e esqueça a ele existe por um tempo. Vc tem q decidir q isso não faz mais parte da sua vida por algum motivo q seja importante pra vc e daí tentar não pensar mais nisso. Sei q isso já foi dito e é difícil, mas o negócio é não pensar sobre isso. Acho que quando pensamos sobre a morte e que em breve a gente vai partir e os outros também, não perdemos mais tempo com algo que não valha a pena, encarar a morte é viver a vida. Pense nisso.